Spotlight: Refeição sem sangue para alimentar mosquitos vetores da malária | - CCMAR -
 

Spotlight: Refeição sem sangue para alimentar mosquitos vetores da malária

 

Investigadores do CCMAR participam num projeto financiado pela Fundação Bill e Melinda Gates, a fim de procurar dietas alternativas sem sangue para criar mosquitos anopheles e desenvolver estudos na área da doença da malária. Como resultado, acabam de publicar um artigo em vídeo no  JOVE  e o "r-liq_diet" faz parte de uma patente (PCT / IB2019 / 052967), que agora está a ser planeada para se poder passar às empresas.

 

Em que contexto surge esta investigação?

A malária é uma doença infecciosa que ameaça seriamente a saúde mundial, podendo levar à morte. Os desafios colocados pelo relativo sucesso do controle da malária e pelo surgimento de outras doenças infeciosas transmitidas por mosquitos têm sido um motor para o desenvolvimento de muitas ferramentas inovadoras (por exemplo, mosquitos geneticamente modificados), mas todas elas requerem produção em larga escala de mosquitos em laboratório. No entanto, como os mosquitos fêmeas se alimentam de sangue fresco de vertebrados, o uso de grandes quantidades de sangue constitui uma forte desvantagem como resultado de questões éticas e financeiras. Novas abordagens para refeições sem sangue que são baratas e, de formulação simples e reproduzível, são, portanto, uma prioridade para acelerar o progresso em direção à erradicação da malária e de outras doenças transmitidas por mosquitos. Por esse motivo, desenvolvemos uma dieta artificial eficiente e isenta de sangue para a criação de mosquitos em condições de laboratório que podem contribuir para o esforço global de eliminação da malária.

 

Quais os avanços científicos que este estudo traz?

A dieta líquida artificial sem sangue, que fornece taxas de alimentação semelhantes ao sangue, e imita os efeitos fisiológicos de uma refeição fresca de sangue de vertebrados é a maior conquista desta investigação. A dieta induz a maturação ovariana e de ovos de mosquitos anopheles e também produz boa sobrevivência larval e desenvolvimento de adultos funcionais. A dieta líquida livre de sangue formulada é um avanço importante para a criação sustentável de mosquitos em cativeiro e reduzirá os custos de manutenção das colónias de mosquitos e eliminará a necessidade de sangue fresco de vertebrados. Além disso, nossa dieta também demonstrou ser adequada para criar mosquitos que alimentam o sangue de outras espécies relacionadas, estendendo-se ao escopo da refeição de sangue artificial para criar e controlar outros vetores de doenças propagadas por insetos.

 

Como pode este estudo contribuir para potenciar a economia azul?

O r-liq_diet faz parte de uma patente (PCT / IB2019 / 052967) e a equipa agora está envolvida num programa: "Born for Knowledge", para estabelecer um plano de negócios. Os possíveis clientes são: centros de investigação, empresas que criam mosquitos anopheles ou outros insetos que alimentam com sangue.

 

Veja o video paper AQUI.