Política para a Biotecnologia Marinha apresentada em Faro | CCMAR
CCMAR é o único parceiro português em dois projetos europeus de Aquacultura
O Centro de Ciências do Mar (CCMAR) é parceiro em dois grandes projetos, financiados pela União Europeia, através de fundos H2020, o PerformFISH e o MedAID. Ambos os projetos serão desenvolvidos por equipas do CCMAR, durante os próximos anos.
1ª Conferência de Biologia Marinha dos Países de Língua Portuguesa: Uma ponte entre mares
Um encontro para investigadores e interessados em Biologia Marinha, totalmente em língua portuguesa.
Aquaexcel2020 - The 8th Call for Access is OPEN
The 8th Call for Access is OPEN, with an application deadline of 12 December 2017.
 

Política para a Biotecnologia Marinha apresentada em Faro

 

Integrada na Assembleia Geral da estrutura europeia EMBRIC, a apresentação da nova política para a Biotecnologia Marinha traz consigo diretrizes relevantes para um setor em franca expansão: o da Economia Azul, que toca áreas como a saúde e bem estar.

A nova política é dada a conhecer por Steinar Bergseth, durante o Encontro da rede de investigação EMBRIC, que decorre esta semana, organizado pelo CCMAR.

 

O European Marine Board apresenta esta segunda-feira, dia 11 de setembro, a mais recente “Policy Brief on Marine Biotechnology: Advancing Innovation in Europe’s Bioeconomy”, um guia de políticas que foi desenvolvido em colaboração com a rede “Marine Biotechnology ERA-NET”.

A nova política apresenta os mais recente avanços, oportunidades e desafios na área da biotecnologia marinha, uma área de tão rápido crescimento, também conhecida como Economia Azul que envolve diversos setores, incluindo a saúde e bem estar.

A nova política sumariza áreas temáticas já integradas pela ERA-MBT Marine Biotechnology Strategic and Innovation Roadmap: Insights to the future direction of European marine biotechnology, publicada há dois anos atrás.

A mais recente publicação engloba estratégias de longo-termo (2020-2030) numa altura em que se colocam desafios significantes nos domínios Científico e tecnológico.

Neste documento, podem ler-se exemplos de aplicações comerciais de biotecnologia marinha, produtos e serviços de grande valor que daí resultam e exemplos de projetos europeus e iniciativas que procuram  agilizar a biotecnologia marinha.

Globalmente, a biotecnologia marinha é uma ferramenta ponderosa que contribui para a bioeconomia em geral e para múltiplos outros objetivos de Desenvolvimento Sustentável, incluindo aspetos que envolvem sistemas sustentáveis de produção de alimentos, regulação de colheitas de biorecursos marinhos e acabar com a sobrepesca.

Na Europa, a biotecnologia marinha continua a ser uma chave para o crescimento Azul. Muitos produtos resultantes da sua aplicação e investigação são inclusivamente usados no nosso dia-a-dia, mas ainda assim o seu potencial e as novas perspetivas de descoberta antevêem uma diversificação ainda maior de aplicações.

A nova Política é apresentada esta tarde, pelo seu coordenador e co-autor, Steinar Bergseth, durante o Encontro da rede de investigação EMBRIC, que decorre esta semana, organizado pelo CCMAR.