VERSÃO DIGITAL DO PRIMEIRO MAPA DA TOPONÍMIA DOS MARES ALGARVIOS JÁ ESTÁ DISPONÍVEL
É o primeiro registo em mapa dos nomes dos principais bancos de pesca algarvios.
Nova espécie para a ciência identificada na costa algarvia
São espécies do filo Kinorhyncha, as primeiras descritas em Portugal, duas delas são totalmente novas para a ciência e foram encontradas em amostragens realizadas na costa algarvia...
Investigadora do CCMAR recebe prestigiado Prémio Marine Fellow 2017 da Fundação Pew dos Estados Unidos
Ester Serrão, investigadora do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) e Professora associada da Universidade do Algarve, foi uma dos onze cientistas internacionais e conservacionistas premiados em todo o mundo, com o prestigiado Marine Fellow Prize 2017...
CCMAR RECEBE GRUPO DE ALUNOS DA UNIVERSIDADE DE SHOU
No passado mês de Julho, o CCMAR recebeu durante quinze dias, um grupo de alunos da Universidade chinesa, que acompanharam de perto o trabalho dos nossos investigadores.
THE APPLICATION OF POPULATION GENOMICS TO FISHERIES MANAGEMENT
The Foresight Workshop is designed to bring together fisheries management practitioners, stakeholders involved in fisheries policy making and governance, as well as genomic scientists to facilitate interaction. 8 - 10 Maio 2017
Investigadores do CCMAR descobrem nova microalga para produção de biodiesel
Trata-se de uma nova estirpe de uma microalga com elevado potencial para produção de biomassa e bio-óleos. Os investigadores do CCMAR que conduziram o estudo estão otimistas e explicam que a estreita colaboração com a indústria...
 

Bolsa de Investigação (Licenciado) – 1 vaga (Ref. ª: CCMAR/BI/0001/2017)

Consulte os resultados do Concurso nos ficheiros de atas, disponíveis na lateral desta página. 

O Centro de Ciências do Mar do Algarve abre concurso para atribuição de uma (1) Bolsa de Investigação (BI -Licenciado), através do projeto com a referência PTDC/MAR-BIO/4132/2014, designado por  Reversing the pathophysiology of Perkinsosis in clams hatcheries through the use of analogues of Artemisinin, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia - FCT/MCTES (PIDDAC)  nas seguintes condições:

 

Funções a desempenhar:

Estudos estruturais e de reatividade  de trioxolanos e tretraoxanos com atividade antiparasítica elevada:

  1. Análise detalhada da estrutura monomérica dos compostos selecionados, com recurso a cálculos quânticos e a isolamento em matrizes criogénicas com análise por espectroscopia vibracional.
  2. Análise estrutural dos compostos no estado condensado.
  3. Estudo da reatividade fotoquímica (para avaliação da fotoestabilidade).
  4. Estudo da estabilidade térmica.

 

Orientação cientifica:

Professora Doutora Maria de Lurdes dos Santos Cristiano, Professora associada com agregação na Universidade do Algarve e Investigadora no CCMAR.

 

Local de Trabalho:

Laboratório de Reatividade Orgânica e Química Medicinal do CCMAR e com possibilidade de deslocações à Universidade de Coimbra.

Requisitos:

  1. Licenciatura em Química

  2. Bons conhecimentos de análise estrutural e de estudos de reatividade orgânica

 

Critério de avaliação:

  1. Média da classificação académica obtida no grau de licenciado -35%;
  2. Avaliação curricular (publicações, apresentações, etc.) -  35%;
  3. Adequação do perfil ao trabalho a realizar e avaliação da carta de motivação: 30 %

 

O Júri reserva-se o direto de, perante dúvidas suscitadas na análise das candidaturas contactar ou recorrer a entrevista no sentido de solicitar esclarecimentos adicionais.

Na eventualidade de os candidatos a concurso não possuírem o perfil adequado para as funções propostas, o júri reserva-se o direito de encerrar o concurso sem qualquer recrutamento.

Durante o decorrer da bolsa e na eventualidade de o bolseiro rescindir o contrato de bolsa o júri reserva-se mediante juízo de conveniência e oportunidade ao direito de atribuir a bolsa ao candidato seguinte na ordem de seriação final.

 

Condições da bolsa: Duração de 06 meses, com início previsto para Março de 2017, em regime de exclusividade, eventualmente renovável por mais 6 meses, conforme Lei nº40/2004, de 18 de Agosto (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica), Regulamento de Bolsas e Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia em vigor http://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT.pdf e regulamento de bolsas de investigação científica do CCMAR em https://goo.gl/gFOUUz  .

 

Subsídio de Manutenção Mensal: O Subsídio será atribuído mensalmente através de transferência bancária, com o valor de 745€/mês de acordo com a tabela de valores das Bolsas de Investigação no país atribuídas pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (745.00€/mês – BI - Licenciado), conforme  https://goo.gl/XNZlTC .

 

Prazos de receção:  De 16 de Fevereiro a 01 de Março de 2017.

 

Candidatura: As candidaturas devem incluir uma Carta de Motivação (que explique a experiência em cada critério de avaliação), cópia do certificado de habilitações de licenciado, Curriculum Vitae detalhado, e o contacto de email de 3 referências.

 

Envio de candidaturas: As candidaturas devem ser enviadas com a Refª CCMAR/BI/0001/2017  por e-mail para ccmar@ualg.pt (só são aceites candidaturas enviadas eletronicamente para este endereço de email). A receção só é considerada válida após confirmação por escrito.

 

Divulgação de resultados: A comunicação dos resultados da avaliação será feita até 45 dias úteis após o termo do prazo de apresentação das candidaturas, mediante comunicação escrita.

 

Comissão responsável pela seleção:

Professora Doutora Maria de Lurdes dos Santos Cristiano, Professora associada com agregação na Universidade do Algarve e Investigadora no CCMAR (Presidente do júri), Professor Doutor Henrique Leonel Gomes, Professor Associado com agregação da Universidade do Algarve (vogal), e Carolina Apolinário do Rio, Professora auxiliar na Universidade do Algarve (vogal).

Política de não discriminação e de igualdade de acesso do CCMAR :

Nenhum/a candidato/a pode ser privilegiado/a, beneficiado/a, prejudicado/a ou privado/a de qualquer direito ou isento/a de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, género, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, origem ou condição social, património genético, deficiência, doença crónica, nacionalidade, etnicidade, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.

 

Faro, 1 de Fevereiro de 2017​